Vacina contra raiva: Entenda a sua importância para a saúde do seu cãozinho - Central Pet
Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31)9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Vacina contra raiva: Entenda a sua importância para a saúde do seu cãozinho

Categoria: Blog Data: 19 de agosto de 2020
Vacina contra raiva: Entenda a sua importância para a saúde do seu cãozinho

Há alguns anos era muito comum vermos cães perambulando pelas ruas babando, muito agressivos e levando muito medo à população como um todo. O mês de agosto era chamado do mês do cachorro doido. 

As campanhas de vacinação em massa minimizam a discriminação desta doença.

Mas a raiva ainda deve ser tratada com muito cuidado, dado ao grau de letalidade da doença.  No mundo todo, só existe um caso de cura desta doença  e este caso foi no nordeste do Brasil, mas a criança ficou com sequelas gravíssimas.

Nos últimos anos tivemos mais de 180 casos relatados em todo o Brasil. 

A raiva é uma das principais zoonoses (doenças  que são tramitadas dos animais para os seres humanos) virais que acomete principalmente  o sistema nervoso central dos cães e gatos. Ela ocorre em vários países do mundo e preocupa os governos pela gravidade doença que tem 100 % letalidade. 

A maioria dos casos humanos ocorre através da mordida de cães e gatos contaminados (a saliva contaminada é o veículo de transmissão  para os seres humanos).

Os sintomas clínicos mais comuns são:

  • Agitação;
  • Febre;
  • Paralisias;
  • Disfagia (dificuldade para engolir);
  • Hidrofobia;
  • Vômitos;
  • Inquietação;
  • Dificuldade de locomoção. 

 

Os animais ficam mais agressivos e tendem a abandonar suas casas e percorrer várias distâncias e agredir animais e seres humanos.

A raiva, apesar de ser uma doença extremamente perigosa e letal, tem o seu controle e é extremamente eficiente e simples. É feito através das campanhas governamentais e nos consultórios  veterinários. Vacina é extremamente eficiente e pode dar uma prevenção próximo de 100 %  e é  hoje a melhor solução para prevenir a doença. 

O processo de vacinação se inicia a partir de 3,5 meses de idade e deve ser revacinada anualmente até o final da vida. 

Devemos ressaltar que animais doentes, gestantes e filhotes só podem ser vacinados após os 3,5 anos.

Mesmo com as campanhas de vacinação governamental ajudando muito no controle desta doença, o ideal é  que você leve seu cachorro a um consultório veterinário para ser vacinado. 

Vários são os motivos para você levar seu animalzinho para vacinar no consultório veterinário:

  • Maior segurança na qualidade e armazenamento da vacina;
  • Maior segurança no processo de vacinação que será feito por um profissional qualificado; 
  • Maior tranquilidade para o seu animalzinho que terá aquele momento exclusivamente para ele;
  • Adquirir as orientações do programa de vacinações completo, que se inicia a partir dos 32 dias de idade.  

 

Existe um ditado importantíssimo, de que quem ama cuida.

Para os animais não é diferente: Quem ama vacina, este é o maior cuidado que você pode ter com seu animalzinho.

Agende um horário com nosso veterinário para uma consulta, e ou com o nosso pet shop para um banho e tosa.

 

Se gostou do artigo, siga nosso Facebook e Instagram e fique por dentro de dicas e novidades no mundo pet.

 

Tags:
Compartilhe este post:
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?