Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31) 9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Como cuidar de aves: 7 dicas

As aves estão se tornando as queridinhas dos lares por todo o Brasil. Calopsitas, canários e periquitos estão entre os mais buscados por quem deseja ter um pet em casa.

Os animais com penas estão em segundo lugar na preferência dos tutores brasileiros (40 milhões), ficando atrás apenas dos cães (55 milhões).

É isso mesmo: as aves estão à frente até mesmo dos gatos (25 milhões), que vem em terceiro lugar.

Para que esses pets vivam saudáveis e tenham boa convivência tanto com outros animais e com os humanos, é preciso observar atentamente as características e necessidades deles. Entre elas estão:

  • ambiente limpo e organizado;
  • dieta adequada;
  • consultas veterinárias em dia;
  • estímulos diários, como brincadeiras e outros fatores.

Confira sete dicas importantes para cuidar da sua ave:

1) Check-up

Essa é a principal recomendação para quem adquire um pet: levá-lo ao médico veterinário e fazer um check-up, incluindo a aplicação de vacinas e vermífugos. As aves são animais delicados e uma doença pode agir silenciosamente, ou seja, sem deixar sintomas visíveis para o tutor.

O veterinário é o profissional que vai fazer uma análise detalhada da saúde do pet, indicar a dieta correta, suplementos alimentares e explicar quais são os cuidados necessários de acordo com o ambiente em que a ave vai viver.

2) Gaiola e acessórios

A gaiola é a casa da ave. Essa deve ser a principal finalidade do equipamento, e nunca ser visto como um local para prendê-la. Assim como o nosso lar, o espaço deve ser limpo diariamente, com água e alimentação frescas. Sendo um ambiente agradável de descanso para o animal.

3) Alimentação correta

As aves comem diversos tipos de alimentos: folhas, sementes, frutas, legumes e ração. Mas é importante ressaltar que elas precisam de uma dieta planejada. Assim como os humanos, não basta saciar a fome, é preciso balancear vitaminas e nutrientes necessários para uma vida saudável.

Para cada espécie existe um tipo de ração adequada. Essa deve ser a alimentação principal do seu pet, e a ração precisa ser de qualidade para garantir que ela contenha os benefícios certos ao animal.

4) Cuidado com os petiscos

Frutas, verduras e mix de sementes devem ser considerados petiscos e não a refeição principal da ave. Em alguns casos, pode haver excesso de gordura, sódio ou açúcares próprios desses alimentos, o que pode ser prejudicial para o animal.

O veterinário é o profissional indicado para recomendar a melhor ração para a sua ave. É importante observar também que em épocas específicas como reprodução, filhotes, e troca de pena pode ser necessário a utilização de suplementos extras na alimentação.

5) Planejamento financeiro

Antes de aumentar a família, com a inclusão de um pet, é preciso ter em mente os gastos mensais necessários para um ambiente saudável para todos. Elabore uma planilha e pesquise preços.

Nesse planejamento devem estar inclusos gastos com ração; equipamentos como dormitório, comedouros, bebedouros e brinquedos; consultas médicas de rotina; remédios; limpeza, entre outros.

No caso das aves, todos os materiais precisam ser de qualidade. Por exemplo, uma gaiola simples, com material frágil, pode ser facilmente destruída por elas, já que esses animais possuem um bico muito forte. Aqui vale o famoso ditado “o barato pode sair caro.”

Além do prejuízo financeiro, as aves e outros animais podem engolir pedaços desse material e ter a saúde prejudicada.

6) Brincadeiras

As aves são muito inteligentes e demandam tempo do tutor para brincadeiras e interação diárias. Não pense que elas vão ficar em gaiolas quietinhas e presas por um longo período de tempo. Pelo contrário, elas precisam se movimentar pela casa, buscar por objetos que possam brincar e também querem atenção e contato físico com o tutor.

Caso esse tipo de atenção não seja dispensada a elas, os animais podem viver em sofrimento e adoecer.

7) Esteja sempre em alerta

As aves são animais sensíveis e qualquer tipo de comportamento incomum deve ser observado com atenção pelo tutor. Se o pet estiver agitado, desanimado ou até mesmo agressivo, são sinais importantes que podem indicar dor, sofrimento e até mesmo uma doença.

Mudanças físicas também devem ser observadas, como troca de plumagem fora de época, sinais estranhos na pele e dificuldade para comer.

Manter em dia a consulta de rotina ao veterinário é fundamental para garantir que a sua ave esteja sempre saudável.

Se gostou do artigo, siga nosso Facebook e Instagram e fique por dentro de dicas e novidades no mundo pet.

Artigos Relacionados

Quais são as doenças mais frequentes em aves?

Todo animal silvestre deve ser levado ao veterinário para receber um check up completo, ser vermifugado e vacinado. Já as aves, por serem pets sensíveis, precisam de cuidados extras para não ficarem doentes. A qualquer sinal de que o seu companheiro de estimação não está bem, a recomendação é levá-lo ao especialista imediatamente para que […]

Posso dar banho na minha ave?

Os pássaros adoram um bom banho refrescante! Especialmente no verão, esse momento é muito importante para eles. É prazeroso e os deixa bastante felizes. Seja para aliviar o calor ou ficarem limpinhas, as aves sabem - e preferem - tomar banho sozinhas, já que esse é um dos instintos do animal. É importante destacar também […]

Como achar o melhor veterinário de aves domésticas

Quem conhece a Central Pet sabe que, aqui, cuidamos de cães, gatos e aves também. Afinal, há algum tempo que as pessoas têm dado preferência a esses bichinhos como o pet do coração por isso temos veterinário de aves domésticas  Justamente por ser mais comum ter outros animais, muitos tutores de aves têm dificuldade em […]

CLÍNICA E PET SHOP

clinica@centralpet.vet.br
(31) 3332.5850
(31) 98303.7285

ESCOLA PET

escola@centralpet.vet.br
(31) 3024.5686
(31) 98304.0194
Rua Pedra Bonita, 899 - Barroca | CEP: 30.431-065 - Belo Horizonte/MG