Sintomas de stress em seu cãozinho ideias para aliviá-lo - Central Pet
Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31)9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Sintomas de stress em seu cãozinho ideias para aliviá-lo

Categoria: Dicas Data: 25 de julho de 2017
Sintomas de stress em seu cãozinho ideias para aliviá-lo

Nosso melhor amigo também sofre de stress e ansiedade e cabe a nós reconhecer os sinais e ajudá-lo!

As causas podem ser variadas, mas entre as clássicas poderíamos citar:

– A chegada de um novo cão na família;

– Alterações bruscas em sua rotina;

– Ausência prolongada dos donos;

– Movimentação e/ou presença de desconhecidos;

– Dores e desconfortos;

– Alguns cães detestam ficar sós;

– Tamanho e características do ambiente em que vivem inadequados a seu porte e raça;

– Ruídos muito altos;

– Falta (ou excesso) de exercícios;

– Tédio.

Identificadas as causas mais comuns, podemos examinar de forma geral, nossos amiguinhos para detectarmos se apresentam alguns desses sintomas e buscar ajuda para saná-los:

– Queda de pelos acentuada;

– Linguagem corporal – orelhinhas e rabo baixos – postura recolhida;

– Destruição (de uma hora para outra) de objetos da casa;

– Arfar excessivamente;

– Lamber-se ou coçar-se excessivamente;

– Mudanças súbitas de comportamento;

– Falta de apetite;

– Latidos excessivos (ou uivos);

– Tremores;

– Agitação (ou apatia);

– Rigidez muscular.

Uma vez detectados esses problemas podemos partir para uma ação na busca de soluções:

– Respeitar a personalidade do cão. Expô-lo a exercícios e desafiar se for muito ativo; evitar a exposição a fatores e locais estressantes se for mais medroso;

– Prover um ambiente agradável e estimulante (brinquedos de que goste, atenção à comida e água frescas), uma rotina que o acalme;

– O adestramento é de grande ajuda para que o cão se sinta mais confiante e centrado;

– Brincar com ele é uma deliciosa maneira de afastar o stress (e ajuda muitíssimo o dono também);

– Brinquedos específicos ante stress tanto produzidos em casa – como garrafas pet furadas com petiscos dentro, para que ele se distraia tentando abri-las – quanto adquiridos em lojas e pets especializados; (Caso queira produzi-los em casa, há inúmeros modelos e sugestões na internet) – lembre-se sempre do cuidado para não utilizar nenhum material que possa ser toxico nem cause qualquer tipo de problema caso seja engolido.

– Observe seu próprio comportamento. Seu amiguinho sente (e muito) tudo o que se passa com você e absorve essa energia. Procure transmitir calma, segurança e amorosidade;

– Deixe-o socializar, passeie com ele (respeitando as características da raça, personalidade, clima e horários);

– Nunca o deixe preso.

As terapias alternativas têm sido como nos humanos, de grande eficiência no tratamento do stress.

Entre as mais usadas, destacam-se:

– Homeopatia

– Acupuntura

– Florais de Bach

– Massoterapia

– Musicoterapia

Nunca é demais lembrar que a supervisão e avaliação do veterinário e de vital importância para o bem estar, segurança e otimização dos resultados positivos na vida do seu animalzinho.

Quer saber mais? Esclarecer dúvidas? Trocar ideias?

Tags:
Compartilhe este post:
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?