Reprodução Canina - Central Pet
Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31)9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Reprodução Canina

Categoria: Auxiliar de Veterinário Data: 4 de junho de 2021
Reprodução Canina

É por meio da reprodução que várias espécies de animais, incluindo os seres humanos, podem se perpetuar pelo ambiente. Com os cachorros não seria diferente, em que uma gestação pode dar origem a vários outros cachorrinhos.

Neste texto, explicaremos como é a anatomia dos cachorros relacionada a sua reprodução, além de conhecer um pouco mais sobre como funciona esse processo, para que você entenda como eles são desenvolvidos.

 

Como é a anatomia dos cachorros?

Os cachorros machos, assim como os humanos, contam com dois testículos, que acabam descendo para o escroto até os dois meses de idade. Podem existir casos em que eles acabam não aparecendo, fazendo com que seus donos achem que eles nasceram sem eles.

Nesses testículos é onde são produzidos os espermatozoides que sairão pela uretra até o útero da cadela, para que o óvulo seja fecundado e dê origem a um novo cachorrinho. Na castração, é feita a retirada dos testículos.

Já nas fêmeas, o seu sistema reprodutor é formado pelo útero bicorno e seus ovários, além do canal que liga essa parte do corpo pela vulva e vagina. É nos ovários que são produzidos os óvulos, que durante o acasalamento dos cachorros, é fecundado pelo espermatozoide, gerando um novo animal.

Nas fêmeas, a castração acontece por meio de uma incisão em sua cavidade abdominal, para a retirada dos óvulos, útero e trompas, impendo com que os óvulos sejam criados e fecundados, ou seja, não ocorrerá uma gravidez.

Como é a reprodução dos cachorros?

Bem, agora você já sabe como é formado os sistemas reprodutores femininos e masculinos, mas como essa reprodução ocorre? Primeiramente, a cadela precisa estar em seu período de cio, que é quando ocorrem diversas alterações em seu corpo propiciando a fecundação do seu óvulo.

Quando o cio acontece, vários cachorros são atraídos, podendo até mesmo ocorrer brigas para eles para que o “campeão” consiga acasalar e ter altas chances de fecundar o óvulo. A maturidade sexual desses animais acontece por volta dos seis meses de idade, por isso, quem pensa em castrar seus animais deve fazer isso o mais rápido possível.

Uma situação curiosa durante o cruzamento de cachorros é que, após a ejaculação, os animais podem ficar entre 30 a 40 minutos “grudados”. Isso acontece como uma maneira de garantir que todo o sêmen fique dentro do útero da fêmea, não ocorrendo desperdícios.

Caso você veja essa situação, não tente desgrudá-los, já que isso poderá ocasionar em uma ruptura vaginal ou prolapso na fêmea ou causar ferimentos no pênis do cachorro. O ideal é esperar até que eles se separem naturalmente.

Assim, entendendo melhor como ocorre o cruzamento dos cachorros, bem como conhecendo um pouco mais sobre o seu sistema reprodutivo, você entenderá como esse processo funciona e como causar danos a esses animais durante o momento de acasalamento.

Gostou do texto? Deixe sua resposta nos comentários!

Tags:
Compartilhe este post:
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?