Novembro Azul: entenda o câncer de próstata em cães e gatos - Central Pet
Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31)9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Novembro Azul: entenda o câncer de próstata em cães e gatos

Categoria: Clínica Veterinária Data: 22 de novembro de 2018
Novembro Azul: entenda o câncer de próstata em cães e gatos

Novembro é o mês de conscientização dos homens sobre a importância de cuidar da saúde. A campanha Novembro Azul é um alerta sobre os perigos do câncer de próstata.

Mas esse tipo de câncer atinge também os pets e, por isso, é importante também chamarmos a atenção para a prevenção do problema nos cães e gatos não castrados.

Assim como nos humanos, alguns fatores são de extremo risco para os animais: a idade avançada é o principal deles.

Como os cães e gatos envelhecem mais rápido que os homens, as doenças costumam aparecer com mais frequência em pets com idade acima de seis anos. Entre os animais de estimação, os cães de pequeno porte são os mais atingidos pelo câncer de próstata. O surgimento da doença ocorre geralmente, quando estão mais velhos, na faixa etária entre 09 a 10 anos.

Por isso, os cuidados com nossos pets idosos devem ser diferenciados.

 

Principais informações sobre câncer de próstata em cães e gatos

O câncer de próstata, geralmente, é caracterizado por um crescimento exagerado das células cancerígenas na glândula prostática. Quando isso ocorre, há um aumento do tamanho dessa estrutura.

Essa doença é grave e, se não tratada rapidamente, pode tirar a vida de seu animalzinho. O câncer de próstata é mais comum nos animais de pequeno porte e, geralmente, acontece quando o pet está mais velho, após os 9 anos.

Como prevenir o câncer de próstata em cães e gatos?

CASTRAÇÃO é o procedimento mais eficiente para evitar o surgimento do câncer em pets. Segundo especialistas, o procedimento de castração é de suma importância para a prevenção do câncer de próstata nos animais e pode diminuir a incidência do problema em até 90%.

O ideal é castrar o pet ainda pequeno. A explicação para a realização precoce do procedimento é que a castração impede a produção excessiva de hormônios. Sendo assim, não ocorre o desenvolvimento do tecido prostático, evitando o crescimento da próstata e a formação de tumores (próstata e testículo).

Outra forma de prevenção é a realização de exames de rotina e a ida, com frequência, ao veterinário. Alguns procedimentos realizados pelo médico veterinários são vitais para o diagnóstico da doença. O mais comum é a palpação retal. Esse procedimento permite que o veterinário note se há algum aumento fora do comum da glândula. O exame é indolor e não precisa de anestesia.

A realização de ultrassom de abdômen e radiografia na região lombar também ajuda a identificar alguma alteração.

Principais sintomas do câncer de próstata em pets

Você deve ficar atento aos sinais que podem mostrar que o seu cão ou gato esteja com esse problema. São eles:

  • Dificuldade para urinar e defecar;
  • Dificuldades nos movimentos de locomoção;
  • Diminuição do apetite;
  • Emagrecimento.

Ficar atento ao comportamento e aos sintomas apresentados pelo animal é fundamental para um diagnóstico rápido e início do tratamento mais adequado e eficaz. Um olhar mais cuidadoso sobre seu PET pode salvá-lo. Lembre-se disso!

Como funciona o tratamento de câncer de próstata em cães e gatos?

Assim como nos humanos, o tratamento de câncer de próstata em animais é feito com quimioterapia e medicação para diminuir dores e desconfortos.

Caso o seu pet esteja passando por esse tratamento, ele precisa de cuidados especiais, como a alimentação e uso de medicamentos auxiliares, indicados durante o tratamento.

Esse é um momento delicado para o animalzinho, podem surgir alguns efeitos colaterais à medicação, por isso, o dono do animal deve ficar atento a qualquer sinal de mudança.

Nesse processo de tratamento, a comunicação contínua com o médico veterinário é vital. Qualquer decisão referente ao tratamento deve ser consultada e prescrita pelo profissional.

Se seu pet está apresentando alguns desses sintomas, não se desespere. Assim como acontece com os seres humanos, um sintoma não caracteriza por si só como essa doença grave. Tumores benignos também possuem sintomas bem parecidos ao tumor da próstata.

Por isso, a melhor opção nesse momento é procurar um médico veterinário, para que este possa fazer os exames necessários e dar um diagnóstico preciso quanto a situação do animal.

Precisa de ajuda? Está com alguma dúvida?

Converse com nosso Médico Veterinário!

Compartilhe este post:
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?