Saiba como cuidar do seu cachorro no frio - Central Pet
Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31)9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Saiba como cuidar do seu cachorro no frio

Categoria: Dicas Data: 5 de junho de 2020
Saiba como cuidar do seu cachorro no frio

Com a mudança da estação, vêm dias mais secos e mais frios. O inverno traz também alguns problemas típicos do período, que requerem atenção redobrado com com seu pet. Em média, o atendimento de animais em clínicas e hospitais aumenta cerca de 40% nessa época do ano. 

Leia com atenção e tente colocar em prática essas dicas para cuidar do seu cachorro no frio.  

 

Banhos no seu cachorro no frio

Essa é uma dos dúvidas recorrentes dos tutores. Para cuidar do cachorro no frio, não se deve “excluir os banhos”. A a higiene precisa ser mantida, para evitar outras doenças como, por exemplo, infecções, fungos, pulgas e outros.  Mas em épocas mais frias, exceto em casos no qual o cão é muito peludo ou se suja muito, os banhos podem ser com menor frequência. É essencial usar água quente, e secar bem o pelo. O mais indicado ainda, é optar por petshops, para não correr o risco de errar na temperatura da água  e nem na correta secagem.

Consulte o veterinário

Os cuidados com o cachorro no frio, devem começar com a prevenção. Dias mais frios, podem mudar o hábito de alguns animal, e consequentemente interferir nos seu sistema imunológico. Por isso, é indicado ir ao veterinário e fazer um check-up, conferir as vacinas e saber como está a nutrição do seu amiguinho.

Hidratação

A maioria das pessoas não sabem, mas a desidratação também acontece em temperaturas mais baixas. Para cuidar do cachorro no frio e evitar problemas renais, é recomendável o uso de alimentos com maior umidade, e de bebidas que incentivam a ingestão do líquido. Com o tempo mais frio, a tendência é que o cão beba menos água, e consequentemente se desidrate.

Doenças Respiratórias 

Comuns e velhas conhecidas das estações mais frias, as doenças respiratórias podem acometer seu cachorro no frio. Os vírus e bactérias, que podem causar problemas como, por exemplo, febre,  gripes, e tosses, são mais frequentes em animais que ficam muito tempo expostos ao vento, umidade ou chuva.  Por isso, evite essa exposição prolongada principalmente durante a noite.

Doenças articulares

Observe qualquer mudança na locomoção ou movimentos normais o seu cão. As doenças que afetam as articulações e cartilagens, embora aconteça com maior frequência em animais idosos, nas estações mais frias, também podem ocorrer em animais mais jovens. Para cuidar do cachorro no frio e evitar as doenças articulares, é sempre bom que o pet pratique atividades que fortaleçam sua musculatura, que ele esteja sempre bem aquecido, e também que faça consultas preventivas com o veterinário.

Esperamos que consiga aplicar essas dicas para cuidar bem do cachorro no inverno. Qualquer dúvida, estamos a disposição com a nossa clínica completa, para consultas e exames. 

Se gostou do artigo, siga nosso Facebook e Instagram e fique por dentro de dicas e novidades no mundo pet.

Compartilhe este post:
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?