Como ensinar seus filhos a serem futuros tutores responsáveis - Central Pet
Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31)9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Como ensinar seus filhos a serem futuros tutores responsáveis

Categoria: Especialização em Raças Data: 1 de novembro de 2017
Como ensinar seus filhos a serem futuros tutores responsáveis

A beleza e os benefícios da relação entre cães e crianças são notórios e indiscutíveis.

Ambos são seres adoravelmente puros, íntegros, cheios de vida e energia.

É preciso, no entanto, agir com responsabilidade ao cuidar da convivência entre eles, uma vez que essa é uma rara oportunidade de aprendizagem diretamente aplicável à vida… e pelo exemplo!

A criança não pode ser a tutora de um cão, mas pode aprender a sê-lo e vivenciar o que de melhor este relacionamento pode oferecer.

Os cães veem os humanos como membros de sua matilha e por isso, a chegada do bebê, bem preparada (veja artigo especifico a esse respeito no nosso blog) é vista como extremamente natural.

Cães que já pertençam a família aceitam os bebês com muito mais facilidade. Já aqueles pais que desejam dar um cãozinho bebê para que seus filhos cresçam com um bom amiguinho e saiba cuidar dele, devem esperar até que as crianças já tenham adquirido a noção de cuidado e responsabilidade necessária.

Crianças que crescem com animais são mais alegres, desenvolvem melhor sistema imunológico, aprendem naturalmente a desenvolver com espontaneidade e efetividade a socialização, empatia e entendem melhor as várias nuances das situações cotidianas.

Os cães se beneficiam, pois ganham companheiros responsáveis, alegres, cheios de energia e paciência (na maioria dos casos, exceto se a criança tiver algum tipo de necessidade psicológica específica que não permita essa interação).

É preciso que os pais se vejam como “formadores de futuros tutores”, mas reconheçam que a criança não pode ser o “tutor oficial”.

O cão naturalmente verá o adulto como líder.

A rotina bem estruturada num lar com crianças e cães faz com que haja um equilíbrio natural benéfico a toda a família.

Os hábitos de alimentação e exercícios também são potencializados, os níveis de stress reduzidos… enfim,os benefícios físicos, psicológicos e emocionais são inegáveis.

Mesmo as crianças hiperativas ou agitadas e até mesmo agressivas podem e realmente se beneficiam dessa convivência (mas nesse caso é necessária toda uma preparação com especialistas da área psicológica e também veterinária)

Um fato é inquestionável: da relação criança – cão só pode resultar uma maravilhosa mistura de amor e muita alegria.

Que saber mais?

Conversar com profissionais?

Contate-nos! 😉

 

Tags:
Compartilhe este post:
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?