Aprenda a cuidar da sua calopsita - Central Pet
Clínica, Hotelzinho e PetShop: (31) 3332.5850 (31)9 8303-7285 | Escola (cursos): (31) 3024.5686 (31) 983040194

Aprenda a cuidar da sua calopsita

Categoria: Auxiliar de Veterinário Data: 3 de novembro de 2020
Aprenda a cuidar da sua calopsita

A calopsita é uma das aves favoritas das residências mundo afora para quem deseja ter uma ave. Originária da Austrália, ela é integrante do gênero dos psitacídeos, sendo parente dos papagaios, araras e cacatuas, e pode viver até 25 anos.

Considerada muito ativa e superinteligente, a calopsita é uma ave que preza pela liberdade e não gosta de viver em gaiola. Mas, é preciso saber que, mesmo sendo dócil, a ave demanda interação e atenção do seu dono, caso contrário pode ficar agressiva. Somando esses fatos, não é de estranhar que ela é uma grande companheira, podendo aprender diversos truques e a falar seu próprio nome de uma forma particular.

Cuidados básicos para sua calopsita:

A Calopsita é uma ave exótica, então, é necessário ter atenção ao que é preciso para ela crescer de forma saudável. Lembre-se da criação fora de gaiolas desde cedo para ela se acostumar! E, caso, ela conviva com animais de outras espécies, tenha ciência de que eles precisam confiar um no outro.
Além disso, a calopsita necessita de um rotina para o sono, uma temperatura adequada, a limpeza de sua gaiola (caso viva em uma) e uma exposição baixa ao sol.

Também é recomendada a visita a um veterinário para saber as condições de saúde e, possivelmente, efetuar o corte das asas. Mas, não é preciso preocupação: o procedimento não dói e apenas impede voos altos, além de ser somente temporário.

Como alimentar sua calopsita:

A ave se alimenta de um mix de sementes e rações específicas. Alguns do alimentos que ela pode comer são: painço, alpiste, aveia, arroz, girassol, almeirão, mamão, melancia, maçã, cenoura (ralada), rúcula, couve flor, jiló, couve, abobrinha (todos crus) e batata doce, ovos, milho verde e sementinhas de abóbora (estes cozidos). Mas, atenção: nunca dê alface, alimentos fermentados (pães e bolos), agrião, leite e seus derivados.
Fique atento ao fato de sua Calopsita poder se tornar resistente a novos alimentos depois de adulta. A introdução da alimentação variada é necessária ainda durante a fase de crescimento.

Um alerta sobre as aves:

A calopsita pode ser barulhenta. É da natureza delas assobiar, cantar e gritar. Não é recomendado fazer reprimendas à este comportamento. Além disso, para evitar a dependência excessiva do dono, é indicado que ela tenha uma companheira da mesma espécie.

Sobre a reprodução de Calopsitas:

Um fator importante para lembrarmos sobre a calopsita é que ela vai entrar em idade reprodutiva a partir de um ano. É recomendado que eles cruzem quando chegarem os cios. Caso isso não ocorra, os animais colocaram ovos ou podem se masturbar.

Adote uma Calopsita:

Como podemos ver, para se ter uma companheira como a Calopsita é preciso ter alguns cuidados e tempo para dar atenção. Saiba mais sobre calopsita clicando aqui: link https://centralpet.vet.br/blog/auxiliar-de-veterinario/quer-saber-sobre-as-calopsitas/. Mas, quem tem uma, tem uma amiga leal por muito anos. Caso se interesse, entre em contato com um criador legalizado e adote uma.

Quer saber mais? Entre em contato com a Central Pet!
telefones: (31) 3372.3972 | (31) 9 8303-7285 | ( 31) 98304-0194

Compartilhe este post:
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?